Planeta Atlântida: mantendo o clima do PLANETA pra você

O que você deve saber sobre a ação desenvolvida pelo segundo ano consecutivo pela parceria entre Ambiens Consultoria Ambiental e o Grupo RBS, para neutralizar as emissões de gases nocivos a atmosfera do Planeta.


Neutralização de carbono – porque neutralizar carbono do planeta atlântida?
Em uma linguagem simples a atmosfera é composta por um conjunto de gases que funcionam como o telhado de vidro das estufas de plantas, mantendo o calor (daí o nome “estufa”). Este é um processo natural que ocorre independente da ação do homem. O problema é o aumento das emissões de alguns gases denominados Gases de Efeito Estufa (GEE), cujas concentrações atmosféricas aumentaram e a Natureza vem sofrendo a ação do homem, como desmatamentos de grandes áreas florestadas, e já não há a capacidade de absorver estas emissões.

Quais são os gases de efeito estufa? Porque se fala somente no carbono?

Quando se fala de Carbono refere-se ao Dióxido de Carbono (CO2) presente na atmosfera, e principal emissão / produto da queima de combustíveis fósseis. Vale dizer que, apesar do Potencial de Aquecimento de todos os outros Gases de Efeito Estufa serem maior que o do CO2, este se apresenta em maior quantidade que os demais, tendo, portanto, maior representatividade no efeito estufa. Mas há gases com maior Potencial de Aquecimento Global (GWP – Global Warming Potential), como por exemplo o Gás Metano (NH4) que é o resultado do processo digestivo dos animais como bois e ovelhas criados em grandes quantidades no Planeta Terra. Convencionou-se definir o Potencial de Aquecimento Global do CO2 como sendo 1, e a partir daí foram dimensionados os demais Gases de Efeito Estufa, lidos como valor de Carbono Equivalente. Sendo assim, o potencial de aquecimento global do gás metano é 21 vezes maior do que o potencial do CO2, portanto o CO2 equivalente do metano é igual a 21.

Quando iniciou o problema do aquecimento global?

A Revolução Industrial iniciada no século XVIII promoveu o aumento do uso de combustíveis fósseis como o carvão, o gás natural e os derivados de petróleo (gasolina, óleo diesel, óleos combustíveis, entre outros). A queima desses combustíveis significa maiores emissões de gases do efeito estufa (GEE) para a atmosfera. Ao mesmo tempo as feições de uso do solo também se modificaram velozmente em todo o mundo: grandes áreas de florestas nativas foram derrubadas, a agricultura passou a ser mecanizada e a criação de animais intensificou-se. Os centros urbanos cresceram, e com eles a produção de lixo e os aterros sanitários. Muitas fontes de emissão dos GEE e poucos recursos naturais permaneceram para realizar o ciclo natural de neutralização.

Quem neutraliza carbono?

Empresas, bandas de rock, shows, eventos esportivos, cidadãos. Você sabia que os Rolling Stones neutralizam suas emissões de Carbono? Pink Floyd fez seu último álbum “descarbonizado”. Brad Pitt é exemplo de uma pessoa física que fez a neutralização de suas emissões investindo em florestas no Himalaia, entre vários outros. Aqui no Brasil, há vários eventos e shows que seguem o mesmo caminho, desde o Carnaval em Salvador, os desfiles no sambódromo do Rio de Janeiro... O Rappa teve um show carboneutralizado. Em Florianópolis aconteceu o Carnaval Ecológico de Florianópolis, com o plantio de árvores divulgado até na mídia de São Paulo e o Planeta Atlântida 2008, que também contaram com a organização da Ambiens Consultoria Ambiental.

Gases de efeito estufa no nosso dia a dia

O dia a dia do homem contemporâneo é cada vez mais dependente de energia elétrica. A tecnologia que move empresas e casas - eletrodomésticos, computadores, televisões, dvds, demandam energia elétrica. Os hábitos de consumo estão vinculados a materiais descartáveis, conseqüentemente produção de grande quantidade de lixo. Se pensarmos na humanidade em termos de quantitativos, são mais de 6 bilhões de pessoas em sua grande maioria com estilos de vida que emitem Gases de Efeito Estufa. Os hábitos alimentares também convergem para a potencialização das concentrações dos GEE na atmosfera: a pecuária é uma das atividades mais desenvolvidas no planeta.

Pela segunda vez, o Planeta Atlântida faz a sua parte para minimizar os impactos ambientais que podem ser gerados nos dois dias desse mega evento. A Ambiens Consultoria Ambiental é especializada em ações ligadas a neutralização de emissão de Gases de Efeito Estufa e é parceira do Grupo RBS nesta grande iniciativa.

Planeta aposta na certificação ambiental  – veja no site do Planeta Atlântida 2009.



Desenvolvido por MDWeb

^